CARACTERÍSTICAS DE PROFESSORES DE FUTEBOL BEM-SUCEDIDOS NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA

Texto traduzido e adaptado do inglês. Para o artigo original, clique aqui

Coach Danny Br trabalhando com crianças iniciantes em futebol nos EUA

Rápido, de cabeça, quais você acha que são as principais qualidades que fazem um treinador de jovens ter sucesso? É paixão pelo esporte? Simpatia? Capacidade de ensinar técnicas? Capacidade de se comunicar com os jogadores? Acessibilidade? Sua qualidade de planos de prática? Seu conhecimento de bons treinos de futebol? Quais você acha que são suas três principais qualidades como treinador?

Neste artigo, vamos explorar quais são as tendências comuns de um treinador de jovens de sucesso, seja no lado recreativo ou competitivo de qualquer esporte. Para começar, gostaria de lançar esta citação para você:

“O que precisamos saber é que muitos de nós estão fazendo a diferença na vida de muitas crianças, quer elas joguem no mais alto nível ou no mais baixo nível. As crianças nunca esquecem um bom professor. É meu objetivo nunca ser o último treinador de ninguém”

– Chris Panayiotou, Diretor de Desenvolvimento de Treinamento – Virginia Rush Soccer

É importante entender que, não importa se você concorda ou discorda com os pontos apresentados neste artigo, que ser uma boa pessoa é o fator primordial número 1 mais importante em qualquer empreendimento que você faça na vida, seja seu trabalho pessoal, vida familiar ou coaching. Ser uma pessoa boa, justa, consciente, empática e com boas intenções é um grande passo para se tornar um treinador de futebol de sucesso. Ser esse tipo de pessoa ajuda a ganhar o respeito de seus jogadores de futebol, sua confiança e permite que eles se divirtam jogando para você. No entanto, o que causa diversão?

BONS PROFESSORES CULTIVAM “DIVERSÃO”

Crianças se divertindo no treino de futebol

Um estudo bastante recente intitulado Fun Maps foi conduzido por Amanda Visek na George Washington University, que se concentrou em descobrir exatamente o que é diversão. Por meio do estudo, os jogadores foram solicitados a identificar o que é divertido em praticar esportes juvenis. As 3 principais respostas consistentes foram:

  • Quando o treinador trata os jogadores com respeito
  • Quando o treinador incentiva a equipe
  • Ter um treinador que seja um bom exemplo

Faz sentido, certo? Tente substituir “professor” por “chefe” e “alunos” por “funcionários” e veja o quão próximo isso se aplica a você com sua satisfação no trabalho atual.

A personalidade do treinador e como eles tratam seus jogadores é tão importante que, nos cursos de formação de treinadores alemães, a maior parte da nota de um treinador é baseada em se o instrutor “quer jogar para eles”. A personalidade e as intenções contam, e à medida que exploramos as outras qualidades que compõem um técnico jovem forte, é importante entender que exemplificar seus jogadores como pessoas, acima de seu ego e necessidade de vencer, será o maior salto que você pode dar para tornar seu futebol equipe mais forte.

ABORDAGEM ÀS AULAS DE FUTEBOL

Para explorar algumas características de coaching de sucesso, considere os seguintes problemas comuns que surgem com todas as equipes. Como você resolveria o problema? Que medidas você tomaria para ajudar seus jogadores a contornar esses obstáculos?

PROBLEMA: JOGADORES COM PROBLEMAS PARA ADQUIRIR BONS HÁBITOS

Um exemplo seria os jogadores não conseguem adquirir o hábito de olhar por cima do ombro antes de receber a bola. Você realizou vários treinos sobre o assunto, mas seus jogadores ainda jogam apenas da maneira que enfrentam ao receber.

SOLUÇÃO: PROFESSORES DE SUCESSO VARIAM SEUS MÉTODOS DE INSTRUÇÃO.

Se seus jogadores não estão aprendendo o que você quer, não é necessariamente um problema com os jogadores, mas um problema com a mensagem. Seja criativo com a forma como você ensina os jogadores. Existem muitos estilos de aprendizado diferentes, então repetir a mesma mensagem da mesma maneira continuamente só servirá para frustrar os jogadores e você mesmo. Os jogadores aprendem de maneiras diferentes e é importante que os treinadores sejam perceptivos aos estilos de aprendizagem de sua equipe.

“A definição de insanidade é fazer a mesma coisa repetidamente e esperar um resultado diferente.”

Anônimo

DOIS MÉTODOS DE INSTRUÇÃO CRIATIVOS USADOS POR TREINADORES DE FUTEBOL

Em uma viagem recente para observar a Celtic Academy treinando seus jovens jogadores, notei que muitos jogadores tinham pequenas faixas em seus pulsos esquerdos, bem como em torno de uma de suas panturrilhas. Ao perguntar aos treinadores dos jogadores sobre isso, eles me disseram que eram usados ​​como um lembrete visual para os jogadores sobre lembrarem de usar o pé mais fraco quando apropriado, bem como verificar o ombro antes de receber a bola. Pegar um vislumbre da pulseira no treino durante a corrida daria ao jogador um lembrete imediato de que eles precisam olhar por cima do ombro e examinar o espaço atrás deles. Bem engenhoso.

Outro exemplo de métodos de instrução variados foi mostrado pelo psicólogo esportivo Dan Abrahams. Durante uma sessão sobre “movimento sem bola para criar espaço”, ele pedia aos jogadores que levantassem a mão durante a sessão sempre que sentissem que criaram espaço no campo. O jogo não parava quando um jogador levantava a mão, mas era uma ação no fluxo que mostrava ao treinador que o jogador estava fazendo uma ação deliberada, além de servir de lembrete para os outros jogadores criarem espaço com a sua também.

PROBLEMA: EQUIPES QUE DEVEM SER MAIS FRACAS QUE NÓS CONTINUAM NOS VENDENDO

Esses tipos de expectativas geralmente são criados pelos pais e por aqueles que não entendem o que realmente importa nos esportes juvenis. Se os esportes eram praticados no papel, por que jogar? Treinar o futebol juvenil é muito mais complicado do que simplesmente corresponder às expectativas de desempenho. Se os treinadores forem pegos pela ansiedade do desempenho, seus jogadores também ficarão.

SOLUÇÃO: TREINADORES DE SUCESSO NÃO CAUSAM ANSIEDADE DE DESEMPENHO

O futebol é um jogo psicológico/social mais técnico/tático. Você pode ter jogadores com técnica e conhecimento tático fantásticos, mas se eles não estiverem confortáveis ​​e felizes com seu futebol, você não poderá tirar o máximo proveito deles. Para usar um exemplo recente, veja a transformação do Manchester United de José Mourinho para Ole Gunnar Solskjaer. Mesmos jogadores, mas você pode ver a mudança positiva na psicologia do jogador e como isso está se traduzindo em campo.

MARCOS DE DESENVOLVIMENTO

Para usar um exemplo jovem, um bom amigo meu que treina futebol do ensino médio em Montana, diz que gerencia a ansiedade de desempenho definindo “marcos de desenvolvimento” durante a reunião de definição de metas de pré-temporada de sua equipe. Em vez de definir metas grandiosas para a equipe, como “ganhar um título estadual” ou “permanecer invicto nesta temporada”, ele estabelece metas realistas que podem ser alcançadas a cada jogo. Por exemplo, o primeiro marco de cada temporada é ‘marcar um gol’. Uma vez que isso é alcançado, o próximo é ‘ganhar um jogo’, depois ‘manter uma folha limpa (não sofrer gols)’ etc. Embora vários marcos possam ser atingidos a cada jogo, sempre há outro para acertar que é um pouco mais difícil que o anterior.

O foco da equipe a partir da reunião de pré-temporada é melhorar a cada jogo, pois a melhoria lhes dá a melhor oportunidade de alcançar seus próximos objetivos. Por outro lado, estabelecer metas grandiosas, como “ganhar um título estadual” ou “permanecer invicto nesta temporada”, pode ser quebrada ao perder o primeiro jogo da temporada. O que então? Equipes de sucesso e professores de sucesso entendem que o foco é no processo, não no resultado final. Ao focar no processo, você permite que o sucesso aconteça naturalmente e como um subproduto do desenvolvimento.

PROBLEMA: A INTENSIDADE DA AULA É MUITO BAIXA.

Os jogadores fazem os movimentos, mas o treinamento tem uma sensação ‘meh’. Bons treinadores de futebol criarão um ambiente onde os jogadores estão animados para praticar, competir e aprender.

SOLUÇÃO: FAZER COM QUE OS JOGADORES “COMPREM” COMPLETAMENTE

Os treinadores que obtêm 100% de “buy in” de seus jogadores podem responder à pergunta “por que estamos fazendo isso?” e apresentar as informações em um ambiente envolvente.

Como podemos ensinar técnica e mantê-la envolvente? Eu vejo muitos treinadores nos campos de prática que executam práticas muito estáticas:

  • longas filas
  • sem pressão ou defensores
  • mais tempo gasto esperando por uma vez do que na bola

Pensando em quando você era um jogador, em qualquer esporte, o prazer acontece quando você está em um ambiente dinâmico. Quanto mais regras restritivas fossem adicionadas e quanto mais tempo o treinador falasse, menos agradável a atividade geralmente era. Bons professores reconhecem isso e podem apresentar informações em um ambiente rápido, pontual e factual.

Uma seleção de ótimos jogos reduzidos pode ser uma maneira de aumentar o engajamento e ganhar adesão. Coisas a serem consideradas ao selecionar seus jogos reduzidos:

  • eles são relevantes para seus objetivos
  • eles trazem um certo nível de diversão e emoção
  • eles são apropriados para a idade e o nível de habilidade
  • aumentar o nível de competição de seus jogadores
  • se os jogos não trazem um certo nível de emoção, jogue-os fora

RESUMINDO AS QUALIDADES DE UM TREINADOR DE FUTEBOL JUVENIL DE SUCESSO

  1. Saboreie o processo, não o resultado. Os resultados não são imediatos e o desenvolvimento não é linear, mas manter o foco no desenvolvimento permite a maior chance de sucesso a longo prazo.
  2. Esforce-se para desenvolver relacionamentos com cada um de seus jogadores. Faça perguntas e ouça suas respostas, seja uma boa pessoa e mostre que você se importa com eles.
  3. Seja honesto e deliberado com sua comunicação. Seja conciso e “desenhe” se necessário para ajudar na aprendizagem deles.
  4. Sempre se esforce para criar um ambiente envolvente. Limite as filas, limite a conversa, seja dinâmico!
  5. Tente ser o treinador que seus jogadores vão lembrar em 30 anos (positivamente!)
  6. Desenvolver as tendências de um professor de futebol de sucesso leva tempo (como aprender a praticar um esporte leva tempo), mas é importante continuar aprendendo; admita que você tem fraquezas e se esforce para ser um pouco melhor a cada treino e jogo que você treina. Responsabilize seus jogadores, mas o mais importante, responsabilize-se. Você é o líder – seja deliberado.

ALGUMAS PERGUNTAS PARA VOCÊ

  1. Você é um professor que planeja a sua aula enquanto dirige para a escola?
  2. Você é um professor que só sabe no que está trabalhando naquele dia, e não nas próximas semanas?
  3. Você é um professor que enche o campo de cones e depois não faz nenhuma intervenção?
  4. Você é o professor que se recusa a falar com os pais do(a) aluno(a)?
  5. Você é um professor que só se comunica de uma maneira?

TENHA ORGULHO (em inglês, PRIDE) DO SEU TRABALHO:

Personal

Responsability

In

Developing

Excelence

Na tradução: Responsabilidade pessoal de desenvolver excelência

Boa sorte na sua jornada!

E aí, o que achou? Curta, comente, compartilhe, se inscreva na página e continue seguindo para mais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s